Mágoa: por que é tão difícil se libertar dessa emoção?

Mágoa: por que é tão difícil se libertar dela? - Bruna Salis coach e terapeuta

Se tem uma emoção que pode perdurar dentro da gente, essa emoção é a mágoa.

Estou me referindo à emoção que surge quando há uma ofensa. E ofensa, no dicionário é: “palavra que atinge alguém na sua honra, na sua dignidade; injúria, agravo, ultraje, afronta”. É diante de um comportamento ofensivo do outro que eu fico magoado (a). E uma vez magoado, meu amigo, minha amiga, esse troço aí gruda na gente. O que fazer então para lidar com essa danada?

Há um equívoco na compreensão da dinâmica existente entre a ofensa e a mágoa. Pra quem está sentindo a mágoa, esse processo é percebido como automático. O outro me magoou ao me ofender. Desta forma, há uma impressão da ausência de escolha, da falta de opções. Porém, não é assim, não é o outro que nos magoa. O outro nos ofende e, diante dessa ofensa, eu respondo com mágoa. A boa notícia é que eu posso mudar essa resposta. Pra isso eu preciso retomar o meu direito de escolha. E de que escolha eu estou falando?

A mágoa é o resultado de uma escolha importante que eu deixei de fazer. Diante da ofensa do outro eu deixei de escolher o que eu quero fazer com isso. Olha o pulo do gato: sim, posso escolher! Não preciso reagir com mágoa, necessariamente. Posso, por exemplo, enquadrar a ofensa do outro como algo que diz respeito a ele, uma opinião dele a meu respeito, que não me define. Posso, com amor, escolher também o que quero fazer da relação que eu tenho com essa pessoa, diante dessa ofensa. Posso inclusive expor ao outro que essa ofensa está colocando em risco a nossa relação… Enfim… temos escolha e isso é ótimo!
Experimente então imaginar o quão libertador pode ser retomar o seu direito de escolher o que fazer diante da ofensa do outro. Pode, literalmente, te libertar da dor da mágoa!

Bruna Salis

Como terapeuta, Coach e Trainer em PNL - Programação Neurolinguística, eu acredito ser possível auxiliar as pessoas a encontrarem em si mesmas os recursos internos para uma vida mais leve e feliz.

>